Serrano empata com Bangu e mostra força

Leão da Serra reage na Copa Rio e se fortalece para Carioca

12/07/2017



O Serrano empatou com o Bangu em 1 a 1 na estreia pela Copa Rio, na tarde de hoje, no Atílio Marotti. O duelo disputado deixou a decisão da vaga às quartas de final da competição para a próxima quarta (19), em Moça Bonita. O Leão da Serra mostrou evolução em campo e ainda apresentou o patrocinador master: o jornal O Dia estampará sua marca no peito da camisa até o fim da temporada.

O início foi equilibrado entre as duas equipes e indicou o que seria o jogo. Logo aos 8 minutos, o alvirrubro chegou com Mauro, que chutou cruzado da pequena área e a bola foi para fora. Em seguida, os donos da casa reagiram com a tentativa de longe de Kauer. Aos 15, Felipe fez importante defesa na cobrança de falta de Guilherme. 

O Serrano insistiu e quase abriu o placar com a cabeçada de Kauer, aos 22, após cruzamento de Andrezinho em falta lateral. Aos 31, Bruno Luiz ficou cara a cara com Felipe que mais uma vez defendeu. Logo depois, Magdiel recebeu passe de Índio e obrigou André a se esticar para defender. O gol do alvirrubro veio aos 40: Marlon rolou para Bruno Luiz marcar. 

No início do segundo tempo, o Bangu quase ampliou o placar com Marlon, que driblou o goleiro Felipe e chutou para André Paulista salvar em cima da linha. Aos 14, o Leão rugiu com o primeiro gol na competição. Kauer cabeceou após cobrança de falta de Magdiel e igualou: 1 a 1. Aos 23, Felipe defendeu o chute cruzado de Anderson Pena. A partida seguiu aberta com as duas equipes buscando a vitória mas o placar ficou empatado.

O gerente de Futebol Alex Arruda saiu contente com a postura do time diante do adversário. "Os jogadores mantiveram o foco no jogo e não se abalaram psicologicamente após levar o gol. Eles conseguiram buscar o empate e deixar o resultado em aberto diante de um time de primeira divisão", disse Alex.

Para o presidente da Frente Azul, o jornalista Dudu Monsanto, esta foi a melhor atuação do grupo na temporada. "Saímos daqui com o confronto em aberto. Não há nada que impeça de fazermos um gol em Moça Bonita. Tivemos um jogo de igual para igual e me arriscaria em dizer que fomos melhores e merecíamos a vitória", analisa.

Dudu Monsanto também avalia o processo de preparação como um trunfo para o segundo turno da Série B1 do Campeonato Carioca. "O período de preparação foi muito proveitoso, conseguimos melhorar o nosso sistema defensivo e ganhamos força. Temos tudo para conquistar bons resultados nos próximos jogos e não só brigar para fugir do rebaixamento, mas aspirar coisas melhores no campeonato", projeta. 

O presidente do movimento Frente Azul também deixou sua mensagem à torcida. "Quero agradecer aos serranistas que vieram ao jogo e acreditaram. Este foi um momento histórico, o Serrano não enfrentava o Bangu há nove anos. Desde a retomada do clube, em 2016, foi o primeiro time de primeira divisão que a gente enfrentou. Reitero minha confiança na comissão técnica e parabenizo os jogadores. Convoco a torcida para dar o apoio no jogo de volta em Bangu. Quando estamos juntos, só crescemos", finaliza.
O próximo compromisso do Leão da Serra será na abertura da Taça Corcovado, o segundo turno da Série B1 do Campeonato Carioca. A partida acontece sábado (15) conta o Barra Mansa, às 15 oras, na casa do adversário. O elenco do Serrano se reapresenta já nesta quinta (13) na preparação para a primeira das onze decisões pelo estadual.

 

 

Serrano 1 x 1 Bangu
Estádio Atílio Marotti  - quarta-feira - 12 de julho - 15 horas
Copa Rio - oitavas de final (ida)

Serrano: Felipe, Roberto Lopes, Zé Carlos e Jeferson; André Paulista, Kauer (Wallace 43' 2ºT) Andrezinho, Jean (Maycon 20' 2ºT) e Magdiel; Marcelo Macedo (Dener 20' 2ºT) e Índio. Técnico: Marcelo Olímpio

 

Bangu: André; Magno Nunes, Cleidson, Anderson Pena e Guilherme; Magno Ribeiro, Rogerinho (Matheus Pimenta 22' 2ºT), Mauro e Almir; Marlon e Bruno Luiz. Técnico Carlos Renan

Cartões amarelos: Roberto Lopes e Jeferson (Serrano); Matheus Pimenta e Bruno Luiz (Bangu).

Gols: Bruno Luiz, 40'/1ºT (0-1) e Kauer, 14'/2ºT (1-1)

Árbitro: José Waldison de Matos Modesto
Auxiliares: André Roberto Smith Silveira e Guilherme Vogas Tavares

Público pagante: 231
Público presente: 291
Renda: R$ 3.600,00